9 de jan de 2017

Desenho: Ramona e sua fantástica coleção de insetos

Bonne nuit!

A ideia para este desenho surgiu a partir de uma situação estranha: na mesma semana, entrou um cupim dentro do meu olho (que, felizmente, saiu no dia seguinte) e eu engoli um inseto sem querer (trouxa, haha). Então, minha irmã brincou comigo dizendo que eu estava colecionando insetos dentro do corpo. E foi assim que surgiu:

Ramona e sua fantástica coleção de insetos 

O resto da história você inventa.

Ramona e sua fantástica coleção de insetos

Detalhe

Detalhe

Processo: lápis

Processo: aquarela

4 comentários:

Gabriel Woitchumas Kryszczun disse...

Esse desenho ficou muito bom! Parabéns :)

Mariane Bach disse...

Obrigada, Gabriel! E tu sabe que fazê-lo envolveu certa biologia, porque tive que pesquisar os insetos, haha. Tipo, a borboleta lá em cima é pra ser uma mariposa atlas (apesar de que não ficou muito parecida). E pesquisando imagens de insetos pra desenhar eu, por acaso, encontrei mais informações interessantes sobre aquele bicho estranho que encontrei na Unicasa outro dia (um hemíptero - barata d'água), sobre o qual tu já tinha comentado alguma coisa na postagem "os insetos universitários...".

:)

Gabriel Woitchumas Kryszczun disse...

Sim eu me lembro daquela postagem ^^
Insetos são muito interessantes, apesar que, as vezes dão um pouco de medo ( no meu caso mais ainda dos aracnídeos hahaha). E agora que reparei naquela joaninha, joaninhas sempre me lembram o Francis de Vida de inseto reclamando que só porque ele é uma, não quer dizer que ele é fêmea hahaha.

Mariane Bach disse...

Insetos me dão medo (quase todos eles). As aranhas são as piores mesmo. Não sabia dessa história da joaninha do filme (apesar de ter assistido), e parece mesmo que joaninha tem que ser fêmea hahaha. Pobre Francis!