25 de nov de 2016

Ijuí em aquarela: os pequenos tesouros.

Depois que li Italo Calvino descobri a beleza das cidades invisíveis. O autor não cita Ijuí em seu livro, mas tomo a liberdade de dizer que existem pelo menos 83.089 Ijuís invisíveis dentro dos limites deste espaço de planeta que se convencionou chamar de terra das culturas diversificadas, cujos pequenos tesouros estão registrados no mapa mental de cada habitante. Embora sejam bem conhecidas suas especificidades geográficas, diz-se que ainda não há especialista em cartografia capaz de juntar os 83.089 mapas em um só, organizando as ruas, as rotas e os pontos turísticos. Mas parece que o prefeito está contratando. E quando o mapa ficar pronto, a cidade vai pra frente. Até cinema vai ter. Ouvi dizer. 

Aquarelas inspiradas pela Ijuí que eu consigo enxergar:

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos". (Le Petit Prince)




Nenhum comentário: