7 de jan de 2016

Detalhes de uma São Francisco

Buenas?!

O que não falta nesse mundo é cidade com o nome de São Francisco. Nessas férias, alguns colegas meus viajaram até San Francisco na Califórnia. Eu queria ir junto, mas, sem querer, embarquei no avião errado e fui parar numa cidadezinha no interior do Rio Grande do Sul chamada São Francisco de Assis. Comecei a desconfiar de que não estava indo para a Califórnia quando percebi que o avião não voava, que a gasolina estava R$ 4,10, que aquela era a estrada mais esburacada pela qual eu já havia passado, e que a coisa mais parecida com um McDonald's que eu vi era uma tal de "Lancheria do Zé" que vendia xis coração (de boi!). Aí eu me dei conta: "Mas que barbaridade, tchê! Ainda tô no Rio Grande!" 

Uma segunda versão da história, não tão confiável quanto a primeira, afirma que eu, simplesmente, fui visitar alguns parentes do meu namorado, e quando cheguei na cidade não resisti a sair por aí caçando casas antigas e outra coisas para ver e fotografar, porque eu amo muito tudo isso.

Independentemente de qual versão seja a verdadeira, as fotos estão aí.

(para ver todas as fotos clique em "leia mais" no fim postagem)

Beijos e abraços. Bom janeiro!

Portas & janelas & detalhes

Simpática casa velha

L'amour na antigué maison en San Francisquè de Assis

Filosofia de banco de praça

Uma árvore realmente muito grande no meio da rua


Conversas de estrada ou "A evolução da dor na bunda"


Contexto: um casal de namorados viajando durante cinco horas dentro de um "Uno quadrado" ultrapassa uma moto com duas pessoas. A moça observa e diz:

Eu: — Motoqueiros, eu já fui vocês. Eu sei como dói.

Mais adiante, passa um Camaro pelo casal. Aí o namorado fala:

Namorado: — Se o cara do Camaro ganhou na loteria, ele deve tá pensando agora: "Pessoas no Uno, eu já fui vocês. Eu sei como dói.

Fim!