17 de set de 2015

O conto mais curto do mundo.

Vende-se: sapatos de bebê, nunca usados.

(Ernest Hemingway)


Nenhum comentário: