23 de jul de 2015

Impressionista

Uma ocasião, 
meu pai pintou a casa toda 
de alaranjado brilhante. 
Por muito tempo moramos numa casa, 
como ele mesmo dizia, 
constantemente amanhecendo.

Adélia Prado

Nenhum comentário: