11 de mai de 2015

Primeira manhã de viúva.

"Certa vez ele dissera algo que ela não podia conceber: os amputados sentem dores, cãibras, cócegas, na perna que não têm mais. Assim se sentia ela sem ele, sentindo que ele estava onde não mais se encontrava." 

(Gabriel García Márquez. O Amor nos Tempos de Cólera. Página 346.)

Nenhum comentário: