7 de abr de 2015

Xilogravura: como fazer?

Olá pessoas.

A xilogravura é uma técnica artística que eu sempre achei muito legal, por isso andei pesquisando sobre o assunto e descobri que eu poderia fazer em casa algo parecido com a xilogravura, porém, utilizando bandejas de isopor, já que eu não possuo os materiais necessários para a gravação em madeira.

A xilogravura é uma técnica de gravação em madeira. Para talhar este material, o xilogravurista utiliza-se de ferramentas cortantes. Talhadas na madeira, as figuras ficam mais altas que o restante da placa, ou seja, ficam em relevo. Feito a xilogravura, espalha-se com um rolinho de borracha a tinta para impressão. A placa de madeira é colocada sobre o papel e, com o auxílio de uma prensa, imprime-se a figura. Para que o trabalho fique mais fácil, usa-se em geral uma madeira "mole", que não solte lascas quando entalhada.

Essa técnica especial é muito usada na nossa literatura de cordel, pois os cordelistas a utilizam para ilustrar as capas de seus cordéis. Alguns xilógrafos brasileiros famosos são Gilvan Samico, Abraão Batista, Amaro Francisco, José Costa Leite, José Lourenço e J. Borges.

Xilogravura de José Francisco Borges.

Como fazer uma xilogravura?

Materiais:
Bandejinhas de isopor (de frios de supermercado)
Lápis bem apontado
Rolinho de espuma para pintura
Tesoura
Tinta guache ou outra
Papel

1. Corte as abas da bandeja de isopor.
2. Escolha o desenho e passe-o para o isopor com o lápis bem apontado. Este processo deixará o isopor com sulcos.
3. Com a ponta do lápis ou do palito, aumente os sulcos do isopor sem furá-lo.
4. Passe o rolinho de espuma na tinta e, em seguida, sobre o molde/matriz de isopor. (como eu não tinha rolinho de espuma, tentei espalhar a tinta sobre o isopor com um pincel normal, mas não dá certo, com o rolo fica mil vezes melhor.)
5. Coloque o molde sobre o papel e pressione.

Dicas:
• Lembre-se de que na impressão tudo sairá ao contrário do que você está vendo.
• Para a impressão, você pode usar um rolo de macarrão e passar por cima do molde (eu improvisei e passei um tubo de antitranspirante aerossol, deu certo).
• Uma mão de tinta permite várias impressões, porém elas sairão cada vez mais claras.
• Você pode lavar o molde e guardá-lo para outras impressões.

Abaixo você confere minhas primeiras gravuras:

Gravura: "Paixão da lua nordestina".

Passarinhos

Impressão e matriz em isopor.

Observação sobre a fonte das informações: parte do texto dessa publicação eu retirei da página de uma revista, porém, não consegui identificar mais dados sobre a revista e seus autores.

Abraço, até.

Um comentário:

Alexandre Durden disse...

Que criativo! hahah gostei muito mesmo, assim que der quero tentar!!