5 de fev de 2014

Galeano: Janela sobre as proibições.

Na parede de um botequim em Madri, um cartaz avisa: Proibido cantar.
Na parede do aeroporto do Rio de Janeiro, um aviso informa: É proibido brincar com os carrinhos porta-bagagem.
Ou seja: ainda existe gente que canta, ainda existe gente que brinca.

Eduardo Galeano. As Palavras Andantes. 4ª edição. Página 76.

Nenhum comentário: