19 de mai de 2013

Isto então...

é o mesmo que antes
ou que da outra vez
ou da vez anterior a essa.
eis um pau
e eis uma boceta
e eis um problema.

e cada vez
você pensa
bem eu aprendi desta vez:
vou dizer a ela que faça isso
e eu farei isto,
já não quero a coisa toda,
só um pouco de conforto
e um pouco de sexo
e apenas um mínimo de
amor.

agora novamente espero
e os anos vão escasseando.
tenho meu rádio
e as paredes da cozinha
são amarelas.
sigo esvaziando as garrafas
à espera
dos passos.

espero que a morte reserve
menos do que isto.


(Charles Bukowski)

2 comentários:

Luis Fernando disse...

Só faltou assinar embaixo que é do velho Bukowski.

e o poema me lembrou isto: http://www.kboing.com.br/titas/1-27809/

Mariane Bach disse...

Bah, é verdade! Acabei esquecendo de colocar o autor, mas vou arrumar isso agora mesmo.