4 de ago de 2012

O amor é outra coisa!


Amor não é uma coisa que te tira do chão e te transporta para lugares onde você nunca esteve. O nome disso é avião!
Amor não é aquela coisa que tira sua respiração e sua fala e te deixa totalmente sem ar. O nome disso é asma!
Amor não é uma coisa que te ilumina no escuro, te leva até as estrelas, te traz de volta e desaparece sem deixar vestígios. O nome disso é abdução!
Amor não é uma coisa que te pega de surpresa, te transforma em refém e toma de assalto tudo o que você tem. O nome disso é ladrão!
Amor não é uma coisa que te embrulha o estômago e deixa marcas por onde passa. O nome disso é diarréia!
Amor não é uma coisa que você guarda lá dentro e não deixa ninguém tocar e nem ver. O nome disso: vibrador!
Amor não é uma coisa que chega sorrateira e pula o muro quando o dia amanhece. O nome disso é gato!
Amor não é algo que foi perdido e quando é reencontrado pode mudar tudo o que está a sua frente. O nome disso: controle remoto!
Amor é outra coisa.

3 comentários:

Gugu Keller disse...

O amor é uma coisa que faz tudo isso ao mesmo tempo.
GK

Andre Filipe Salesbram disse...

Tive refletindo sobre isso esses tempos. Cheguei à conclusão de que amor não é algo sobrenatural, instigante, misterioso, bla bla bla... o amor, se pensarmos, nada mais é que convivência e partilhamento de ideias comuns, ou respeito a ideia do outro, que possuí algo que nos atraí. Pense: O filho só ama os pais se estes estão presentes constantemente em sua vida, caso contrário, suponha-se um afastamento puerperal de seus familiares consanguíneos, amará como pais aqueles que te criarem. Enfim, até mesmo a paixão, por algum qualquer, se deve tão somente ao fato de essa pessoa apresentar características que te agrade e a expectativa de que o mesmo, convivendo contigo, te fará melhor. Nossa, me inspirei. =)

Isabella Dot disse...

Muito bom teu blog... acompanhando desde já!