30 de jan de 2012

Músicas da Semana

As músicas que mais ouvi na última semana de janeiro:

1 - Memory - Epica
2 - Cry for the Moon - Epica
3 - 1979 - Smashing Pumpkins
4 - Muros e Grades - Engenheiros do Hawaii
5 - Never Enough - Epica
6 - The Nobodies - Marylin Manson
7 - Zero - Smashing Pumpkins
8 - Tonight, Tonight - Smashing Pumpkins
9 - Maybe - Janis Joplin
10 - Eu quero sempre mais - Ira e Pitty


A emoção de mudar o cabelo.

 Pela primeira vez eu mexi na cor do meu cabelo (fora as vezes que eu pintava ele de roxo com papel carbono), e resolvi ficar mais loira (o que fez meu QI cair 7,3%). Na verdade, eu queria ter o cabelo ruivo da Simone Simons, mas já que isso não vai acontecer vou me contentar com o meu meio castanho/meio loiro mesmo. Como podem ver, meu cabelo novo e eu tiramos fotos.

Cabelo liso (nessas fotos nem dá pra ver direito que está mais loiro).

Mais ondulado, como é normalmente (aqui dá pra ver!).

29 de jan de 2012

Epica

Epica é uma banda holandesa de metal sinfônico, fundada por Mark Jansen (ex-guitarrista do After Forever) no final de 2002. Utiliza vocal meio-soprano e gutural, e suas letras retratam o amor, o ódio, a agonia, a revolta, a cultura, as religiões e o sentido da vida.

No final de 2002, Mark Jansen saiu da banda After Forever e Começou a procurar músicos para se integrarem ao seu novo projeto, inicialmente nomeado Sahara Dust.Em sua primeira fase, a banda trabalhava com a vocalista norueguesa Helena Michaelsen do Trail of Tears. Após um tempo de procura por uma vocalista que se encaixasse melhor na banda e um baterista, o Sahara Dust completou-se com a talentosa e jovem (na época se encontrava com 17 anos de idade) Simone Simons e Jeroen Simons (obs: não há nenhuma ligação familiar entre eles). A formação foi então estabelecida com Coen Janssen (teclados), Ad Sluijter (guitarra), Jeroen Simons (bateria)- ambos vindos do Cassiopéia- e Yves Huts (baixo) vindo do Axamenta.
Em março de 2003 a banda holandesa decidiu mudar de nome e tornou-se Epica, que era também o nome do ultimo cd da banda Kamelot, da qual todos os membros do Epica são fãs. Em junho a banda lança seu primeiro álbum, The Phantom Agony, com nove faixas, destacando-se "Cry For the Moon", "Feint" e "The Phantom Agony" .
Atualmente, a banda que já possue vários álbuns, prepara-se para lançar mais um, o  Requiem for the Indifferent, que será lançado no dia 9 de março na Europa e quatro dias depois na América do Norte, via Nuclear Blast Records.


Álbuns:
  The Phantom Agony (2003)
  Consign to Oblivion (2005)
  The Score - An Epic Journey (2005)
  The Road to Paradiso (ao vivo) (2006)
  The Divine Conspiracy (2007)
  The Classical Conspiracy (ao vivo) (2009)
  Design Your Universe (2009)
  Requiem for the Indifferent (2012)


Simone Simons


Para terminar bem o post, fiquem com o vídeo da música Cry For The Moon, do primeiro álbum. Uma ótima música, que mistura os vocais líricos da Simone Simons com os guturais de Mark Jansen.

 
...
Mentes doutrinadas frequentemente contêm pensamentos doentios
E cometem a maioria dos males contra os quais pregam

Não tente me convencer com mensagens de Deus
Vocês nos acusam dos pecados cometidos por vocês mesmos
É fácil condenar sem se olhar no espelho
Atrás dos bastidores é que está a realidade

O silêncio eterno clama por justiça
O perdão não está à venda e nem a vontade de esquecer
...

Fonte:
Epica - Biografias:  http://whiplash.net/materias/biografias/039219-epica.html#ixzz1krDBy62K
Novo álbum: http://whiplash.net/materias/news_843/145267-epica.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Epicahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Epica

25 de jan de 2012

Muros e Grades

 [Muros e Grades, faixa 09 do álbum Várias Variáveis - 1991 - Engenheiros do Hawaii]

Poucas vezes escutei essa música, mas hoje ela me despertou mais atenção do que nas outras vezes. A letra é muito boa, faz refletir.

Link para ouvir no Youtube: Muros e Grades - Engenheiros do Hawaii



Muros e Grades - Eng. do Hawaii

Nas grandes cidades, no pequeno dia-a-dia
O medo nos leva tudo, sobretudo a fantasia
Então erguemos muros que nos dão a garantia
De que morreremos cheios de uma vida tão vazia
Nas grandes cidades de um país tão violento
Os muros e as grades nos protegem de quase tudo
Mas o quase tudo quase sempre é quase nada
E nada nos protege de uma vida sem sentido
Um dia super, uma noite super, uma vida superficial
Entre as sombras, entre as sobras da nossa escassez
Um dia super, uma noite super, uma vida superficial
Entre cobras, entre escombros da nossa solidez
Nas grandes cidades de um país tão irreal
Os muros e as grades nos protegem de nosso próprio mal
Levamos uma vida que não nos leva a nada
Levamos muito tempo pra descobrir
Que não é por aí... não é por nada não
Não, não pode ser... é claro que não é, será?
Meninos de rua, delírios de ruínas
Violência nua e crua, verdade clandestina
Delírios de ruína, delitos e delícias
A violência travestida faz seu trottoir
Em armas de brinquedo, medo de brincar
Em anúncios luminosos, lâminas de barbear
(solidez)
Viver assim é um absurdo como outro qualquer
Como tentar o suicídio ou amar uma mulher
Viver assim é um absurdo como outro qualquer
Como lutar pelo poder
Lutar como puder

Trollando a vizinha

Vi no magrelos.com

24 de jan de 2012

Desenho

 Demorei pra fazer esse desenho, principalmente a camiseta, por causa das listras.



22 de jan de 2012

Memory


Não consigo parar de ouvir a música Memory do Epica. É muito linda! 


Memory, all alone in the moonlight
I can smile at the old days
Life was beautiful then
I remember
The time I knew what happiness is
Let the memory live again



Na chuva, eu.


Me sinto tão eu mesma quando ando sozinha na chuva.
Raios de sol iluminam as árvores de um jeito encantador.
Céu nublado. Vento. Cheiro de terra.
Sorrio.
E sou só eu.

20 de jan de 2012

Uma coisa leva a outra.


Um texto sobre irmãs siamesas, internet, batatas, sexo, faculdade, Show do Milhão, Big Bang e outras teorias da criação. E também sobre como uma coisa leva a outra.

Em uma sexta-feira muito agitada, que incluiu jogar Worms, esconder chinelos alheios, ser molhada, terminar de assistir Os Pilares da Terrra, começar a assistir Grimm, encontrar sapos que não viram príncipes no quarto y otras cositas más...Eu resolvi escrever este post, pois acho legal o jeito que as coisas acabam acontecendo, como uma coisa leva a outra. Lembro-me de que, muitas vezes, minhas amigas e eu estávamos conversando e de repente parávamos e nos lançávamos um olhar profundo perguntando - como foi mesmo que chegamos nesse assunto? - e a partir daí, partíamos para uma retrospectiva (nem sempre bem sucedida) das nossas falas e ações.
Meu próximo post será sobre música, provavelmente seu título séra "Qual a música que te define?". Agora eu lhe pergunto caro leitor, qual dos itens abaixo você acha que desencadeou uma série de eventos que me levou a escrever esse (próximo) post?

A) Eu estava escutando minha música preferida e pensei nisso.
B) Era o nome de um tópico de orkut.
C) Alguém em Bangladesh comeu batatas no almoço.
D) Há na Índia duas irmãs siamesas conhecidas como irmãs-aranha.

E a resposta da pergunta que vale um milhão em barras de ouro que valem mais do que dinheiros é: A letra D!

Tudo começou da seguinte forma. Ou terminou da seguinte forma. Afinal, vou do fim ao início. (Sinta-se à vontade para pular esse parágrafo.)

Eu resolvi postar sobre como uma coisa leva a outra, porque... Primeiramente, eu resolvi postar sobre músicas preferidas e achei interessante o jeito de como cheguei nesse assunto. Foi porque... Li um texto, num site, chamado "Qual a música que te define?". Entrei nesse site porque... Queria mostrar uma coisa pro Gabriel. A coisa era... Uma foto de duas mulheres siamesas conhecidas como irmãs-aranha. Eu fiquei sabendo disso porque... Passou no Programa do Ratinho que minha mãe estava assistindo porque... Era comercial da novela da Globo. As irmãs apareceram na TV porque é um caso estranho de mal formação congênita que ocorreu porque... Bem, eu não sei porque. Mas sei que a mãe delas um dia ficou grávida porque... Fez sexo. E sem proteção porque... Mora na Índia.

(Ok ok, esse final foi meio preconceituoso)

Mas enfim, se eu continuasse iria acabar no Big Bang, com Deus criando o mundo em sete dias, ou outras teorias do surgimento de tudo. O que eu quis dizer é que pra mim chegar nesse post, os pais das gêmeas tiveram que se conhecer, e os pais deles antes, e os pais dos pais mais antes ainda. E o casal teve que viver num país subdesenvolvido, para que tivessem uns 20 filhos, entre eles as gêmeas. E algum canal teve que ir filmar uma matéria sobre isso. E alguém teve que inventar a filmadora, e a TV, e a internet. E a Globo teve que fazer um comercial bem naquela hora, para que minha mãe trocasse de canal e eu pudesse assistir. E o MSN teve que ser inventado para que eu pudesse falar com alguém que não mora aqui e pudesse mostrar uma imagem da internet. E pra conhecer alguém que não é daqui, além de nascer, eu tive que estudar na Unijuí, fazer Nutrição, sentir fome e ir comprar um pastel. Mas pra fazer faculdade, alguém teve que inventar o ProUni. E a política! E a escrita! E o fogo! Ufaaa! É isso. Foi assim que cheguei nesse e no próximo post. Agora, como você chegou até aqui, já é outra história.

Ninguém está sozinho. Nossas vidas estão ligadas com as das outras 7 bilhões de pessoas que vivem nesse mundo, com as pessoas que já viveram e com as que ainda viverão. Nossa vida está relacionada com a natureza, o vento e a chuva. Quem sabe o cantar de um grilo na Argentina, ou o voo de uma borboleta na Europa possam mudar destinos. Uma coisa leva a outra. E as vezes coisas ruins acontecem para que melhores possam acontecer depois.

PS:Isso tudo me lembra muito do filme Efeito Borboleta, um dos meus preferidos.
PS¹:O link do site onde li sobre as irmãs é ESSE.
PS²:O site que fala das irmãs me direcionou para obviousmag.org, onde li o texto sobre música.
PS³:Talvez eu esteja apenas pensando demais.

E você, como veio parar aqui? Bom fim de semana, beijos Mari.

18 de jan de 2012

Os Pilares da Terra

Enquanto Game of Thrones não volta (acho que estréia dia 1º de Abril) e Crissiumal não evolui (digo isso por que não tem quase nada pra fazer nessa pequena cidade), o que resta a fazer para se divertir é olhar filmes. Carol e eu fomos a locadora e em vez de locar um filme, pegamos dois DVDs de uma série chamada Os Pilares da Terra para assistir. E nós, que adoramos uma boa série épica, ficamos viciadas e já assistimos quase todos os episódios (só são oito).

Sinopse: Inglaterra, século 12. O navio que levava a bordo William, o único herdeiro do rei Henrique I, naufraga, sem deixar sobreviventes. Com o governante já em idade avançada, o país se vê mergulhado em contínuas guerras entre possíveis sucessores do trono. Seguindo esse pano de fundo e a luta para ascensão ao poder, Tom, um mestre-de-obras, sonha com a construção da primeira catedral gótica da Inglaterra, a fictícia Kingsbridge Cathedral.

Os Pilares da Terra, minissérie com oito capítulos baseada no best-seller de Ken Follett, de mesmo nome, traz um mosaico de personagens e histórias paralelas que se cruzam de alguma maneira. Dirigida por Ridley Scott, a minissérie tem personagens fortes, intrigas políticas, romance e guerras sangrentas que se ambientam na Inglaterra da Idade Média.

Pra quem quiser baixar a série, não só essa mas qualquer outra, eu super indico esse site: Séries Líder.

Alguém me disse que essa série tá passando na Band, mas deve ser dublado (e legendado é sempre melhor! Bem..Não é o que diria Herbert Richers...) Enfim meu queridos, a série é muito boa, assistam! Ahh..Eu comecei a baixar (mas ainda não assisti) uma série chamada Grimm, que ao que parece é uma mistura de investigação criminal com contos de fadas dos irmãos Grimm, achei a combinação interessante e espero que a série seja boa.

Músicas da Semana

Eu pensei que ia ouvir bastante Pouca Vogal essa semana, mas na verdade isso durou só um dia. Não consigo parar de ouvir música celta, acho que encontrei um estilo que realmente me agrada.

1 - Hino Celta ao Amor e Amizade
2 - Tavern Dance - Celtic Soul
3 - Society - Eddie Vedder
4 - Sem Você (É foda!) - Engenheiros do Hawaii
5 - Rainbow Blues - Blackmore's Night

14 de jan de 2012

Le Petit Prince

Sobre desenhos e camisetas.

Sabe quando você não tem nada pra fazer e começa a mexer no photoshop? Pois bem, foi assim que acabei transformando meus desenhos em estampas de camisetas. Eu usaria, kkk. Mais por serem meus desenhos, do que por ter ficado legal. Enfim, bom fim de semana. Beijos, Mari.
Camiseta All You Need is Love e Girls Just Wanna Have Fun.


Camiseta com os meus desenhos Paz Nua e A Elfa.

Às vezes no silêncio da noite...

..Eu fico imaginando nós dois, eu fico ali sonhando acordado, juntando o antes, o agora e o depois. Por que você me deixa tão solto? Por que você não cola em mim? Tô me sentindo muito sozinho..Não sou nem quero ser o seu dono...É que um carinho às vezes cai bem. Eu tenho meus desejos e planos secretos, só abro pra você mais ninguém. Por que você me esquece e some? E se eu me interessar por alguém? E se ela, de repente, me ganha? Quando a gente gosta é claro que a gente cuida. Fala que me ama só que é da boca pra fora. Ou você me engana, ou não está madura. Onde está você agora?

13 de jan de 2012

Sociedade, sua raça louca.

Society é uma música composta por Eddie Vedder, para a trilha sonora do filme Into the Wild (Na Natureza Selvagem), que conta a história de Christopher McCandless. A propósito, eu estava procurando alguma coisa sobre o ônibus mágico 142 e encontrei aqui fotos que ainda não tinha visto do Chris.



Society - Eddie Vedder

É um mistério para mim
Nós temos uma ambição que concordamos.
E você pensa que você tem que querer mais do que precisa.
Até você ter tudo, você não estará livre.

Sociedade, sua raça louca.
Espero que não esteja solitária sem mim.

Quando você quer mais do que tem
Você pensa que precisa.
E quando você pensa mais do que você quer
Seus pensamentos começam a sangrar.
Acho que preciso encontrar um lugar maior
Pois quando você tem mais do que imagina,
Você precisa de mais espaço.

Sociedade, sua raça louca.
Espero que não esteja solitária sem mim.

Tem aqueles achando, mais ou menos, que menos é mais
Mas se menos é mais, como você mantém um placar?
Quer dizer que pra cada ponto que faz, seu nível cai
É como começar do topo
Você não pode fazer isso.

Sociedade, sua raça louca.
Espero que não esteja solitária sem mim.

10 de jan de 2012

Desenho A Elfa

Olá humanos! Meu último desenho é uma elfa. Eu estava com tanta vontade de desenhar isso que, por volta da 1h da manhã de segunda-feira, desliguei o computador e comecei a desenhar. Mas antes, tive que dar uma olhada num tutorial sobre como desenhar águas, porque nunca tinha desenhado uma cachoeira antes. O resto foi fácil. Eu fiz algumas variações do desenho no photoshop, colori e tals.. Confesso que adorei o resultado! Tornou-se um dos meus desenhos favoritos! Agora pretendo desenhar um dragão, ou outra coisa. Estou cheia de idéias!

 O desenho original


Elfa arqueira


O desenho colorido no photoshop. Acho que estou começando a ficar boa nisso!

Abstinência

Tererê.

Se não for do Rio Grande do Sul, não espero que entenda.

Músicas da Semana

As mais ouvidas por mim nesse começo do ano do fim do mundo:

1 - The Last Words - Tuatha de Danann
2 - A Pinga do Duende Maluco - Braia
3 - Rainbow Blues - Blackmore's Night
4 - Celtia - Tuatha de Danann
5 - Sahti Waari - Turisas
6 - La Fiesta Pagana - Mago de Oz
7 - Wanderer - Ensiferum
8 - Bella Natura - Tuatha de Danann
9 - One Way or Another - Blondie
10 - Sozinho - Caetano Veloso

Prevejo muito Pouca Vogal para a próxima semana.

Promessas

No começo das férias fiz uma série de promessas pra mim mesma.

Ler Werther de Goethe, O Chamado da Floresta de Jack London, ler algum livro da Clarice Lispector (isso porque vivo dizendo que não gosto dos seus livros, mesmo sem ter lido. Minha irmã acaba de me trazer da biblioteca pública A Hora da Estrela). Me dedicar mais ao contrabaixo (nos primeiros dias foi uma loucura, eu passava o dia inteiro fazendo barulho, agora deixei um pouco de lado e comecei a desenhar sem parar). Tocar violão (minha amiga me emprestou o violão, nos primeiros dias estava mais entusiasmada, agora nem tanto). Arrumar o quarto (isso eu fiz!). Acordar cedo. Desenhar as fotos que me pediram pra fazer. Sair com as amigas.


Agora, aquilo que você pensaria que eu tinha prometido, se pudesse ver o que ando fazendo:

Nessas férias eu não vou ler nenhum livro, e vou voltar a olhar TV, porque passam programas tãaaaao interessantes na Sky(pirata)! Vou olhar Dicovery Home & Health até não aguentar mais! Nessas férias vou dormir muito! Nessas férias vou desenhar fadas, elfos e dragões! E o resto do tempo vou mofar na frente do computador! Não vou sair quase nunca, afinal, ficar em casa com um calor infernal é muito mais emocionante!

Eu tenho que mudar essa situação.

Espero conseguir cumprir as promessas que fiz para o começo das aulas. Promessas de um livro que não existe chamado "A Estudante Exemplar que Serei em 2012!"

8 de jan de 2012

Novo Layout

Eu mudei o visual do blog de novo! Eu sei que não faz um mês que eu tinha mudado, mas eu estava tão inspirada...! Quando eu enjoar desse volto com o outro modelo! :P
Essa mudança provavelmente tem relação com a minha atual fase artística e musical (provavelmente?!! Tá na cara que é por isso!). Por isso eu digo, quando essa fase passar talvez eu volte com o outro layout, ou não.
Mas enfim, como dá pra perceber, as fadas na imagem do cabeçalho são as que eu desenhei esses dias, daí eu recortei, pintei no photoshop (decentemente dessa vez!), coloquei uns brilhos e pronto (falando desse jeito até parece que fiz bem rápido. Só parece.)! É isso. Beijos, boa semana!

6 de jan de 2012

Desenho Bella Natura

Ontem e hoje eu passei o dia só escutando folk metal, e foi ao som Ensiferum, Braia, Blackmore's Night, Mago de Oz e muito Tuatha de Danann, que eu fiz esse desenho. Paisagens não são o meu forte, e essa exigiu de mim bastante paciência. Adorei o resultado, ainda mais considerando os meus últimos desenhos de paisagens.

Bella Natura


O que seria uma elfa acabou ganhando asas e virando uma fada. Eu gostei. Ela está tocando flauta, apesar de essa parte ter ficado meio estranha.


Não se assustem, eu não estraguei o desenho pintando ele. Eu não cometo o mesmo erro duas vezes. Na verdade, eu fiz isso no photoshop porque queria ver como ficaria pintado, eu sei que está tudo borrado, mas fiz com pressa. Gostei também.


Pra finalizar esse post, um vídeo da banda finlandesa Turisas (dica do Gabriel^^)



Bom fim de semana! Beijos, Tári Oronar (Mariane Bach em élfico, hihi)

5 de jan de 2012

Tuatha de Danann

Eu quero o DVD do acústico Tuatha de Danann *------------*



Pra quem não sabe, Wikipédia explica: Tuatha de Danann foi uma banda brasileira de folk metal, fundada em 1995 pelo multi-instrumentista Bruno Maia e o guitarrista Rodrigo Berne. É uma das pioneiras do gênero no Brasil.

E ainda segundo a Wikipédia...

Folk Metal consiste num estilo onde se mescla um estilo de heavy metal com elementos de alguma espécie de música popular de raiz (celta, eslava, escandinava, védica etc.).
Sub-gêneros: Celtic, Viking, Mittelalter-Rock, Andean, Middle-Easter.

Características do Folk Metal:

• A presença de instrumentos musicais folclóricos (gaita-de-fole, violino, flauta, harpa, etc.) ou apenas o som destes feito por um teclado ou sintetizador.
• Ritmos e melodias feitos com os instrumentos usuais do heavy metal, cuja sonoridade remete à música folclórica.
• Linhas vocais típicas da música folclórica.
• Letras com temas folclóricos ou mitologicos.

4 de jan de 2012

Frases - Engenheiros do Hawaii - Parte 2

Há muito tempo atrás em uma galáxia distante, eu tinha postado aqui no blog partes de músicas dos Engenheiros do Hawaii que eu gosto (aqui!), com a promessa de que sairia uma segunda parte. Então, aqui está ela. Feliz 2012! Beijos, Mari.

Se eu tivesse a força que você pensa que eu tenho, eu gravaria no metal da minha pele o teu desenho. - 3X4

Não quero ter mais sangue morto nas veias, quero o abrigo do seu abraço que me incendeia, não há sinal de paz, mas tudo me acalma no seu olhar. - Cruzada

É que eu nasci com o pé na estrada e com a cabeça lá na lua. - Concreto e Asfalto

Reza a lenda que a gente nasceu pra ser feliz. - Nada Fácil

Eu que não bebo, pedi um conhaque pra enfrentar o inverno que entra pela porta que você deixou aberta ao sair. - Eu que não amo você

A diferença é o que temos em comum. - Alívio Imediato

Nem tão longe que eu não possa ver, nem tão perto que eu possa tocar. - A Montanha

Se eu soubesse antes o que sei agora, erraria tudo exatamente igual. - Surfando Karmas e DNA

Mas não precisamos saber pra onde vamos, nós só precisamos ir. Não queremos ter o que não temos, nós só queremos viver. Sem motivos, nem objetivos, nós estamos vivos e é tudo, é sobretudo a lei dessa infinita highway. - Infinita Highway

Na falta do que fazer inventei a minha liberdade. - Surfando Karmas e DNA

Teus lábios são labirintos que atraem os meus instintos mais sacanas. - Refrão de Bolero

Entre um rosto e um retrato, o real e o abstrato. Entre a loucura e a lucidez. Entre o uniforme e a nudez. Entre o fim do mundo e o fim do mês. Entre a verdade e o rock inglês. Entre os outros e vocês. Eu me sinto um estrangeiro, passageiro de algum trem, que não passa por aqui, que não passa de ilusão. - A Revolta dos Dândis I

Ninguém derrama sangue quando perde guerras de fliperama. - Problemas...Sempre Existiram

Não vejo nada, o que eu vejo não me agrada. Não ouço nada, o que eu ouço não diz nada. - A Promessa

Liguei o rádio na hora certa, era a canção que eu queria. - Outono em Porto Alegre

O que rola pelo chão não são as peças de um jogo de xadrez. - Coração Blindado

Na boca, em vez de um beijo, um chiclet de menta. E a sombra do sorriso que eu deixei numa das curvas da highway. - Infinita Highway

Força não há, capaz de enfrentar, uma idéia cujo tempo tenha chegado. - A Onda

Quem nunca...?