30 de dez de 2011

Gatinhos do Rock

Se você, ao ler o título do post, pensou que eu postaria fotos de rockeiros bonitos, os quais poderiam ser denominados de gatinhos, enganou-se. Esses gatinhos não são tão fofinhos quanto o Nyan Cat (a propósito, para ver a versão Nyan Cat do Blog Imaginário, clique aqui!), mas chegam perto, hihi. O tumblr The Kitten Covers coloca gatinhos nas capas de discos famosos, postarei alguns aqui, mas lá tem muito mais. Você pode achar isso meio sem graça, mas eu gostei! Eles me conquistaram, miau. Esse é mais um tumblr que descobri através do site Youpix.

PS: Eu gosto de gatos...Nas fotos. Eles são tão fofinhos! Nas fotos. Dá vontade de apertar! As fotos. Nas vida real eles são assassinos sanguinários, com visão noturna, garras estilo Wolverine e um cérebro desafiador. E sim, eu tenho traumas com gatos. Nunca esquecerei de Djuli, a gata da Gabi, que foi enviada por Lúcifer das profundezas do inferno, para exterminar a raça humana.

Gato Floyd - The Dark Side of the Miau
Link


Queen - Freddie Mercury nunca foi tão fofinho.


Dinosaur Jr - GREEN MIauND


David Bowie - Não consegui pensar em nenhum trocadilho


Nirvana - Nevermiau

29 de dez de 2011

Dez anos sem Cássia Eller

"O horizonte anuncia com o seu vitral, que eu trocaria a eternidade por esta noite...Por que está amanhecendo? Se não vou beijar seus lábios quando você se for."
Hoje, dia 29 de dezembro de 2011, faz 10 anos que falecia a cantora Cássia Eller, aos 39 anos, no auge de sua carreira, em razão de um infarto do miocárdio.
Não pretendo me estender nesse post, só queria mesmo era lembrar dessa cantora de bela voz e de atitude, do tipo que está faltando hoje em dia no cenário nacional.
A sua música mais conhecida é Malandragem, mas a minha preferida é Relicário, cantada no vídeo abaixo com a participação de Nando Reis.



Mari + Lu = Marilu :)

Olá pessoas! A partir de hoje o Blog Imaginário ganha mais uma colaboradora, a minha super amiga Lu! Isso mesmo, eu que pensei que seria foreveralone até os fins dos tempos, não estou mais sozinha nessa jornada! \o/

Então, seja bem vinda Lu! :)

28 de dez de 2011

A Gente Voltou - Clarice Falcão

Mais uma música da Clarice Falcão! Essa é aquela que você escuta, decora e não sai da cabeça nunca mais! Tentei tocar no violão, não obtive sucesso. Mas é engraçado ver eu tentando tocar e minha irmã tentando cantar.

27 de dez de 2011

Renato era chato

Esse tumblr faz uma homenagem um pouco diferente a Renato Russo. Eu ri e achei bem criativo. Ele era um gênio, mas Renato era chato. Para acessar clique aqui!


-------------------------------------------------------------------


26 de dez de 2011

Hoje

Hoje acordei com vontade de ouvir Black Sabbath. Hoje acordei com o toque do celular, que vinha me trazer uma notícia triste. Hoje lembrei de como a vida humana é curta, perecível e imprevisível. Hoje pensei "ela foi dormir achando que iria acordar no outro dia". Hoje lembrei do que disse Caio F. Abreu: " a gente passa a vida inteira pensando que é imortal". Então, um pouco de rock nessa triste segunda-feira. Uma bela canção de Ozzy Osbourne.

24 de dez de 2011

Feliz Natal!

O espírito natalino nasce na gente quando começa a tocar "hoje a festa é sua, hoje a festa é nossa" na Globo, e termina quando enxergamos, pela primeira vez no ano, a nudez da Globeleza. Pois bem, eu não estou muito no espírito natalino, não que eu não quisesse, mas aqui em casa a coisa não funciona como nos comerciais. Eu não sou religiosa, não tenho fé, Jesus nem nasceu no dia 25 de dezembro, aqui em casa não tem pinheirinho, eu como chocolate o ano inteiro, pela primeira vez eu não fui ver as casas cheias de pisca-piscas que têm na cidade, etc e etc. O Natal tá muito moderninho, hoje em dia, aqui na cidade, Papai Noel desce de rapel da torre da igreja. Criança lembra mais do playstation que vai ganhar do que de Jesus. Mas por incrível que pareça, eu gosto do Natal, afinal, feriados são sempre bem vindos. Capaz, não é só por isso, no Natal os parentes que a gente nunca vê vem nos visitar. As pessoas ficam mais caridosas, dão e recebem presentes, as vezes até doam roupas e comida (apesar de que, como diria o Chris - da série Todo Mundo Odeia o Chris - "Aposto que elas passam fome no Dia da Bandeira também"). Enfim, eu não consigo justificar porque gosto do Natal, quero dizer, não faz muita diferença pra mim, mas eu sei que o NATAL É LEGAL! (Até rimou!).
Aí, tem aqueles que dizem que o Natal é puro consumismo, e isso me lembra uma parte de um livro da Claudia Tajes que li, não lembro direito, mas a idéia era mais ou menos assim: Uma mulher reclamando que o espírito do Natal foi esquecido, que não há mais lugar para o amor e a família, é apenas uma questão de consumismo e movimento do mercado. Então vem um papai noel de shopping e diz: E o que, se não o amor, leva um pai a gastar seus últimos trocados em um presente para o filho, apenas para vê-lo feliz? O que, se não o amor, traz todas essa gente ao shopping para comprar presentes? O que, se não o amor, faz as pessoas lotarem os aeroportos para visitar a família? É o amor... Etc e Etc. Eu realmente não lembro do livro, eu inventei toda essa parte, mas era mais ou menos isso (muito mais pra menos do que pra mais, deu pra entender?), lembro que achei bem bonito, apesar do livro ser de humor.
Então...Ahh...*suspiro*. Só pra não sair do sistema: Feliz Natal e Próspero Ano Novo! (É de coração que eu desejo isso, não só porque tem um chip chamado sociedade instalado no meu cérebro).

PS: Hoje vi um papai noel muito sinistro caminhando aqui por Crissiumal-Onde-É-Que-Fica-Isso?-City. Muito, muito sinistro.
PS²: Todo esse ódio no coração deve ser porque nunca comi peru.

Ho ho ho. Beijos :)

It's only Rock and Roll baby







Pagu - Rita Lee

Porque nem! Toda feiticeira é corcunda. Nem! Toda brasileira é bunda. Meu peito não é de silicone. Sou mais macho que muito homem!




Quem foi PAGU?

Patrícia Rehder Galvão, conhecida pelo pseudônimo de Pagu, nasceu em São João da Boa Vista em 9 de junho de 1910. Poetisa, romancista, crítica, cronista, ilustradora e autora teatral, Pagu foi uma revolucionária. Aos 19 anos, recém saída da Escola Normal da Capital, em São Paulo, juntou-se ao movimento antropofágico – gestado pelo casal modernista Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral, Mário de Andrade e Raul Bopp, dentre outros. Estreou na Revista de Antropofagia em sua fase mais radical, a chamada “segunda dentição”, juntamente com Oswald, com quem foi casada de 1930 a 1934. Aos 20 anos, viajou a Buenos Aires, onde encontrou o líder comunista Luís Carlos Prestes e conheceu o escritor Jorge Luís Borges. Militante do Partido Comunista, Pagu foi a primeira mulher presa por questões políticas no Brasil por sua participação em greve dos estivadores de Santos, em 1931. Permaneceu presa algumas semanas na Cadeia de Santos, edifício que atualmente sedia a Oficina Cultural Regional Pagu – da qual é patronesse. Correspondente de vários jornais, Pagu visitou os Estados Unidos, o Japão e a China. Entrevistou Sigmund Freud e assistiu à coroação de Pu-Yi, o último imperador chinês. Por intermédio dele, conseguiu sementes de soja que foram enviadas ao Brasil e introduzidas na economia agrícola nacional. Casada com o crítico de arte Geraldo Ferraz, radicou-se em Santos e foi crítica literária, teatral e de televisão do jornal “A Tribuna”. Liderou a construção do Teatro Municipal, fundou a Associação dos Jornalistas Profissionais e criou a União do Teatro Amador de Santos, por onde passariam os novatos Aracy Balabanian, José Celso Martinez Correa, Sérgio Mamberti e Plínio Marcos. Pagu foi também a primeira tradutora de Arrabal para o português, introduzindo o teatro do absurdo no cenário brasileiro. Lutou desde 1949 contra um câncer, e encerrou sua brilhante trajetória no ano de 1962.

22 de dez de 2011

GOOOOOOL!

Após uns 2 anos de puro sedentarismo, hoje eu comecei a jogar futsal. Foi muito legal! Eu até fiz dois gols! Sim, eu disse DOIS gols! HAHA, vindo de mim isso é bastante, acreditem! Até fui chamada pra jogar segunda-feira de novo, com outras meninas (mas não porque jogo bem, e sim porque tá faltando gente mesmo, é bom deixar isso bem claro, kkk). Ahh, agora eu estou muito cansada e prevejo uma futura dor nas pernas. Mas eu me diverti muito e é isso que importa! Não a dor, o cansaço e nem os gols, e sim as amizades que vão se fortalecer com esses encontros semanais (e se possível, espero que as pernas se fortaleçam também!). Enfim, é isso.

21 de dez de 2011

Baixo

Ano Novo, Blog (quase) Novo!

Olá pessoas alegres, liquidificadores azuis e ervilhas saltitantes! Eu não fiz um blog novo, mas como já devem ter reparado, eu dei uma modificada no layout do Blog Imaginário. Eu queria uma coisa mais limpa, mais clara e mais feliz.

Então, o que antes era assim:

Agora é do jeito que vocês então vendo!

Eu gostei do jeito que ficou, espero que tenham gostado também!

Beijos :)

17 de dez de 2011

All My Little Words - Magnetic Fields

Eu adorei essa música desde a primeira vez que ouvi, e achei a letra linda! Comecei a ouvir Magnetic Fields faz dois dias, porque vi a Clarice Falcão falando numa entrevista que era a banda preferida dela, daí eu fui naquele pensamento meio infantil de que - Se a Clarice Falcão gosta, eu gosto - rsrs. E não é que era bom mesmo! Eu adorei! Não paro de escutar!



Todas Minhas Pequenas Palavras

Você é uma esplêndida borboleta
São tuas asas que te fazem bela
Posso te fazer voar para longe
Mas nunca poderia te fazer permanecer
Você disse que estava apaixonada por mim
Nós dois sabemos que isso é impossível
Posso fazer você amaldiçoar o dia
Mas nunca poderia te fazer permanecer

Nem por todo chá da China
Nem se eu pudesse cantar como um pássaro
Nem por toda Carolina do Norte
Nem por todas minhas pequenas palavras
Nem se eu pudesse escrever para você
A canção mais doce que já ouviu
Não importa o que farei
Nem por todas minhas pequenas palavras

Agora que você me fez querer morrer
Você me diz que não é amigável com garotos
Poderia fazer você pagar com dor
Mas nunca poderia fazer você permanecer

Desenhos

Paz e Amor
Desenho feito em 03 de dezembro de 2010. Inspirado na música Paz e Amor, do Nenhum de Nós. Incluí elementos citados na música, como as flores na cabeça, os pés deslaços, no colar da menina tem o símbolo da paz e as mãs dadas representam o amor. Além disso, o rapaz usa uma camiseta do Nenhum de Nós e a menina segura na mão uma folha que aparece em alguma capa de disco dessa banda. É um dos meus desenhos preferidos. Acho que estava apaixonada quando fiz.



Broken Heart
Desenho feito em 23 de outubro de 2011. Total contraste com o desenho anterior. Queria mostrar um coração quebrado, a cor dele escorrendo entre os dedos, e ele ficando escuro. Fiz com giz de cera derretido. Estava triste.



Fusão a Frio
Desenho feito em 29 de maio de 2011. Bem, nem só de amor vive o homem. Esse desenho não tem relação com paixões ou corações quebrados, fiz ele escutando a música Fusão a Frio, do Engenheiros do Hawaii. Usei recortes de revistas para mostrar o que o bebê, com o controle remoto na mão, está vendo e pensando.

16 de dez de 2011

Sonho? Quero um com bastante açúcar e doce de leite.

Eu queria escrever sobre alguma coisa, um fato, um sentimento, mas simplesmente não tenho o que escrever. Então, numa última tentativa, venho escrever sobre não ter o que escrever. O fato é que a minha inspiração pra desenhar e escrever vem, geralmente, naqueles dias que você sente que "ninguém me ama", "eu sou a pior pessoa do mundo", etc e etc. Não sei se é só comigo que é assim, mas acho que não. Afinal, muitas canções de amor surgem a partir de corações partidos. Mas então, meu coração não está partido (ou está a tanto tempo que já me acustumei), eu não tenho do que reclamar, as coisas que queria fazer estou fazendo. Então, por que parece que falta alguma coisa? Sempre tem algo ausente. Por que é tão difícil para nós humanos obtermos algum contentamento? Nunca estamos satisfeitos. Sempre em busca se algo. Mas eu entendo, é a natureza humana. O problema é se você não souber mais o que desejar, não tiver mais sonhos. As pessoas falam muito em sonhos, e eu fico pensando qual é o meu sonho? E eu não sei a resposta. Se fosse possível entrar na minha mente, e espiar pela fechadura da porta da sala dos meus sonhos, se veria apenas uma bola de feno rolando no deserto ao som de grilos. Mas então, só pra mim não dizer que sonho é aquilo que se vende na padaria, vou dizer que meu sonho é ter um sonho.
E assim sigo a vida, sem motivos nem objetivos, estou viva e é tudo, é sobretudo a lei dessa infinita highway. (Tá certo, não era isso que eu ia falar, mas veio a música Infinita Highway na minha cabeça. Então começando de novo...)
E assim sigo a vida, um dia de cada vez, as vezes pensando em tudo e não fazendo nada, as vezes fazendo tudo sem pensar em nada. (Cara, gostei dessa frase, estou muito filosófica hoje :P)
Meu maior desejo no momento é a vinda das minhas amigas pra Crissiumal, porque nada como as melhores amigas pra fazerem você parar de pensar nessas bobagens existenciais e ir jogar video game, tomar tererê, comer pizza, e olhar vários filmes seguidos até a madrugada. Ahh, semana que vem começo a jogar futsal com mais 9 meninas, estou ansiosa por isso também.

15 de dez de 2011

Macaé - Clarice Falcão

Mais uma música da Clarice Falão:



E se eu mostrar o cianureto que eu comprei pra gente se matar
Você manda me prender no amanhecer?
...

12 de dez de 2011

O dia que Júpiter encontrou Saturno.

- Quando a noite chegar cedo e a neve cobrir as ruas, ficarei o dia inteiro na cama pensando em dormir com você.
- Quando estiver muito quente, me dará uma moleza de balançar devagarinho na rede pensando em dormir com você.
- Vou te escrever carta e não mandar.
- Vou tentar recompor teu rosto sem conseguir.
- Vou ver Júpiter e me lembrar de você.
- Vou ver Saturno e me lembrar de você.
- Daqui a vinte anos voltarão a se encontrar.
- O tempo não existe.
- O tempo existe sim, e devora.
- Vou procurar teu cheiro no corpo de outra mulher. Sem encontrar, porque terei esquecido. Alfazema?
- Alecrim. Quando eu olhar a noite enorme do Equador, pensarei se tudo isso foi um encontro ou uma despedida.
- E que uma palavra ou um gesto, seu ou meu, seria suficiente para modificar nossos roteiros.

(Silêncio)

- Mas não seria natural.
- Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem.
- Natural é encontrar. Natural é perder.
- Linhas paralelas se encontram no infinito.
- O infinito não acaba. O infinito é nunca.
- Ou sempre.

(Trecho do último livro que li - Morangos Mofados - de Caio Fernando Abreu)

Le Petit Prince


Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível para os olhos.

10 de dez de 2011

Músicas da Semana

As mais ouvidas por mim nesse começo de dezembro:

1 - Summer Song - The Tulips
2 - Otherside - Red Hot Chilli Peppers
3 - The Number of the Beast - Iron Maiden
4 - The Ballad of Jonh and Yoko - The Beatles
5 - Índios - Legião Urbana

9 de dez de 2011

Filme: The Music Never Stopped

The Music Never Stopped (A Música Nunca Parou) é um filme que retrata a história de um pai que se esforça para se conectar com seu estranho filho Gabriel, depois que este adquire um tumor cerebral que o impede de guardar novas memórias. Com Gabriel incapaz de encarar as crenças e os interesses que causaram sua distância física e emocional, Henry deve aprender a abraçar escolhas seu filho e tentar conectar-se com ele através da música. Baseado em uma história real.

Eu acabei de assistir esse filme e achei muito bom! Emocionante! Eu super indico ele pra vocês! A história é boa e a trilha sonora com Grateful Dead, The Beatles, Bob Dylan e outros, é excelente! O filme consegue mostrar como a música inspira as pessoas e como faz parte de nossas vidas. A música une as pessoas. Eu, simplesmente, amei esse filme!

Pra quem quiser baixar o filme, indico esse link:
http://www.warezlider.net/download/the-music-never-stopped/

E além disso, o filme conseguiu me deixar viciada na música Summer Song, de uma banda chamada The Tulips.



"Todas as crianças querem hoje Tudo que pensam é no verão
Todas as crianças querem hoje
Para todos os problemas irem embora
É o verão..."


6 de dez de 2011

Índios - Legião Urbana

Pelo jeito a minha fase Legião Urbana ainda vai demorar pra passar :)



Quem me dera ao menos uma vez
Ter de volta todo o ouro que entreguei a quem
Conseguiu me convencer que era prova de amizade
Se alguém levasse embora até o que eu não tinha.

Quem me dera ao menos uma vez
Esquecer que acreditei que era por brincadeira
Que se cortava sempre um pano-de-chão
De linho nobre e pura seda.

Quem me dera ao menos uma vez
Explicar o que ninguém consegue entender
Que o que aconteceu ainda está por vir
E o futuro não é mais como era antigamente.

Quem me dera ao menos uma vez
Provar que quem tem mais do que precisa ter
Quase sempre se convence que não tem o bastante
Fala demais por não ter nada a dizer.

Quem me dera ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos e vimos um mundo doente.

Quem me dera ao menos uma vez
Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três
E esse mesmo Deus foi morto por vocês
Sua maldade, então, deixaram Deus tão triste.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
Entenda
Assim pude trazer você de volta pra mim
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do iní­cio ao fim.

E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Quem me dera ao menos uma vez
Acreditar por um instante em tudo que existe
E acreditar que o mundo é perfeito
E que todas as pessoas são felizes.

Quem me dera ao menos uma vez
Fazer com que o mundo saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz ao menos, obrigado.

Quem me dera ao menos uma vez
Como a mais bela tribo
Dos mais belos índios
Não ser atacado por ser inocente.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
Entenda
Assim pude trazer você de volta pra mim
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim.

E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.

5 de dez de 2011

Desenhos

Esses são os últimos desenhos que fiz, os dois com caneta bic preta. Fazia tempo que não postava desenhos pois estava sem câmera digital, mas agora ela está de volta \o/

Eu adorei esse desenho! A intenção era desenhar uma menina indie, isso porque eu estava em um dia em que só ouvia bandas como Arctic Monkeys (dica da Be^^), Peter, Bjor and John e Architecture In Helsinki. Músicas sempre me inspiram :)

Esse é o mesmo desenho de cima, mas depois de eu estragar ele pintando com lápis de cor. Cara, eu sou horror com lápis de cor na mão. E ainda por cima fui escrever a letra de Fell In Love With a Girl do White Stripes atrás, só porque fala de uma garota com cabelo vermelho. Acabei saíndo totalmente do indie.

"Meu lado esquerdo do cérebro sabe que todo amor é passageiro" - Parte da letra de Fell In Love With a Girl, do The White Stripes.

Fiz esse desenho sábado, adorei o resultado e colei na parede do meu quarto. Essa idéia eu tirei totalmente da minha cebeça, não me baseei em nada e nem ouvi música enquanto desenhava, o que não é comum. O fundo amarelado foi colorido com café diluído em água e por fim rasguei as bordas. Borboleta presente em ambos os desenhos.

4 de dez de 2011

Sinceramente - Cachorro Grande

Hoje me deu vontade de ouvir a banda gaúcha Cachorro Grande e, sinceramente, eu adoro essa música (nada como um belo trocadilho para finalizar o dia). Preferi postar aqui esse video clipe (super fofinho *--*) feito em stopmotion do que o clipe original. Assistam, durmam bem e sejam felizes!



"Eu sei a palavra que você deseja escutar.
Você é o segredo que eu vou desvendar..."

Overdose de Caio

Estou quase terminando de ler o livro Morangos Mofados de Caio Fernando Abreu, por isso resolvi postar aqui uma série de imagens com frases dele e de seus livros. Na verdade, foram essas imagens que vi pela internet que me inspiraram a ler o livro dele, pois eu não queria postar frases dele sem nunca ter lido um livro. Sendo assim, resolvi ler um e pretendo ler mais, pois gostei . Mas são tantas imagens que não vou postar tudo de uma vez, outra hora coloco o restante.



2 de dez de 2011

I'm so tired.

"I'm so tired of being here
Suppressed by all my childish fears..."

Hoje estou tão triste e não sei porque e não há nada que algo ou alguém possa fazer em relação a isso acho que é só uma questão de tempo estou com dor de cabeça ou será no coração? eu não sei porque mas acho que vai passar hoje estou odiando todas as pessoas do mundo mas principalmente eu mesma geralmente em dias assim observar detalhes da natureza me anima mas não hoje agora eu queria dormir e não acordar mais viver dá muito trabalho e nem sempre eu acho que vale a pena estão reclamando tanto de mim mas não é só preguiça se querem que eu faça alguma coisa alguém pode por favor me mostrar um motivo que faça valer a pena mas eu sei que quem deveria saber sou eu e não quero dinheiro eu só quero ficar sozinha e chorar e não existir eu não valho a pena mas não se assustem pra mim não é novidade iriam sentir minha falta na hora dos favores mas agora eu quero gritar e não tem ninguém pra ouvir e só reclamam só reclamam estou começando a fazer o mesmo não acredito mais em um mundo de amor a sociedade é uma droga e eu faço parte dela e hoje só me colocaram pra baixo quando eu achei que já tinha chegado fundo o suficiente.

So tired.