31 de jul de 2011

Rock Gaúcho


Em uma semana, passei da fase Mari-tu-só-sabe-ouvir-pink-floyd? para a fase viciada em Rock Gaúcho.
No Rio Grande do Sul há espaço para diversos estilos de rock, e o que não falta são bandas com música de qualidade. Percebi que da pasta Rock Nacional que tenho no meu computador, 80% das músicas são só rock do Rio Grande Sul.
Não importa se estou triste, feliz, hiperativa ou com uma calma interior, sempre tem uma banda gaúcha pra escutar, sempre tem uma música que funciona como trilha sonora para o momento.
Além das bandas que há muito tempo já conhecia e gostava, como a minha preferida Engenheiros do Hawaii, Pouca Vogal, Tequila Baby, Bidê ou Balde, Acústicos e Valvulados, Cidadão Quem, Nenhum de Nós, Cachorro Grande, Reação em Cadeia, entre outras, passei a conhecer e ouvir outras bandas, como Maria do Relento, Cascavelletes, Rosa Tattooada, Roadies, TNT, Carbono 14 e Wander Wildner (ex-replicante). E sei, que ainda há um monte de outras bandas gaúchas, algumas que já ouvi falar mas não escutei as músicas, e as que nem sei que existem.
Essa onda começou quando entrei nesse link, e comecei a baixar pelo menos uma música de cada banda. Gostei principalmente de ouvir Wander Wildner. Duda Calvin escreveu aqui que o primeiro show que ele foi, aos seus 15 anos, foi do Wander Wildner/Replicantes, e foi então que ele começou a se interessar por punk rock. Me pergunto como demorei tanto tempo pra conhecer esse compositor, mas enfim, antes tarde do que nunca.
Espero um dia desses ir num show de alguma banda gaúcha que eu goste, por enquanto isso ainda não aconteceu, embora oportunidades não faltaram, só faltou dinheiro. Por enquanto, me contento com uma simples roda de violão com meus amigos borrachos y locos cantando os sucessos do rock do nosso querido Rio Grande.

> Comunidade Rock Gaúcho Arquivos no Orkut
> Pasta no 4Shared ( com muitos arquivos para download )







Nenhum comentário: