31 de jul de 2011

Rock Gaúcho


Em uma semana, passei da fase Mari-tu-só-sabe-ouvir-pink-floyd? para a fase viciada em Rock Gaúcho.
No Rio Grande do Sul há espaço para diversos estilos de rock, e o que não falta são bandas com música de qualidade. Percebi que da pasta Rock Nacional que tenho no meu computador, 80% das músicas são só rock do Rio Grande Sul.
Não importa se estou triste, feliz, hiperativa ou com uma calma interior, sempre tem uma banda gaúcha pra escutar, sempre tem uma música que funciona como trilha sonora para o momento.
Além das bandas que há muito tempo já conhecia e gostava, como a minha preferida Engenheiros do Hawaii, Pouca Vogal, Tequila Baby, Bidê ou Balde, Acústicos e Valvulados, Cidadão Quem, Nenhum de Nós, Cachorro Grande, Reação em Cadeia, entre outras, passei a conhecer e ouvir outras bandas, como Maria do Relento, Cascavelletes, Rosa Tattooada, Roadies, TNT, Carbono 14 e Wander Wildner (ex-replicante). E sei, que ainda há um monte de outras bandas gaúchas, algumas que já ouvi falar mas não escutei as músicas, e as que nem sei que existem.
Essa onda começou quando entrei nesse link, e comecei a baixar pelo menos uma música de cada banda. Gostei principalmente de ouvir Wander Wildner. Duda Calvin escreveu aqui que o primeiro show que ele foi, aos seus 15 anos, foi do Wander Wildner/Replicantes, e foi então que ele começou a se interessar por punk rock. Me pergunto como demorei tanto tempo pra conhecer esse compositor, mas enfim, antes tarde do que nunca.
Espero um dia desses ir num show de alguma banda gaúcha que eu goste, por enquanto isso ainda não aconteceu, embora oportunidades não faltaram, só faltou dinheiro. Por enquanto, me contento com uma simples roda de violão com meus amigos borrachos y locos cantando os sucessos do rock do nosso querido Rio Grande.

> Comunidade Rock Gaúcho Arquivos no Orkut
> Pasta no 4Shared ( com muitos arquivos para download )







29 de jul de 2011

Top 5 + 1 - Músicas para viajar :)


Vontade de sair por aí, sentir a natureza. Seja só, ou acompanhada. Sair da cidade, de bicicleta ou de carro. Se for de carro, já tenho minha trilha sonora para levar junto:

1 - Todas as músicas do álbum Into the Wild de Eddie Vedder
2 - Infinita Highway - Engenheiros do Hawaii
3 - Born to Be Wild - Steppenwolf
4 - Have You Ever Seen the Rain - Creedence
5 - Músicas do Lynyrd Skynyrd
+ - Going to California - Led Zeppelin

Não consegui desistir de nenhuma música para encaixar em um "Top 5". Por isso, estranhamente, este Top 5 contém 6 colocações. =P



Mas não precisamos saber pra onde vamos
Nós só precisamos ir
Não queremos ter o que não temos
Nós só queremos viver
Sem motivos, nem objetivos
Nós estamos vivos e é tudo
É sobretudo a lei
Dessa infinita highway

27 de jul de 2011

Fãs de Rock_x_Bebidas ;)


O que os fãs de rock e suas vertentes pedem para beber em um bar?


Rock n' Roll: Pede qualquer coisa com alcool. Bebe até morrer sufocado no próprio vômito.

Heavy Metal: Cerveja. Bebe demais e se mantém firme.

Thrash Metal: Pede gasolina.

Power Metal: Pede uma poção mágica.

Viking Metal: Pede hidromel. Fica extremamente bêbado, mas não cai.

Black Metal: Pede sangue de uma virgem.

White Metal: Pede água benta. Afinal, álcool é pecado.

Grunge: Pede Veneno. Não é atendido e decide comprar uma arma.

Rock Progressivo: Pede uma batida. Bebe pouco.

Metal Progressivo: Pede uma batida com tudo que tem direito. Pede várias esperando uma que chegue à perfeição. Fica bêbado e se torna um chato.

Hard Rock: Pede Jack Daniels. Fica bêbado e sai jogando TVs pelas janelas de hotéis.

Gothic Rock: Pede uma taça de vinho e diz que pensa em se matar.

Gothic Metal: Pede uma garrafa de vinho e logo depois se mata.

Doom Metal: Acha o vinho ruim e se mata.

Emocore: Não sabe o que escolher e começa a chorar.

Hardcore: Pede uma smirnoff ice ou qualquer coisa fraca para dizer que bebe.

Punk Rock: Pede uma cachaça barata, para não alimentar o sistema.

Glam Rock: Pede qualquer coisa colorida e brilhante.

New Metal: Pede a bebida mais forte querendo dar uma de bonzão e cai no primeiro gole

Indie Rock: Pede um refrigerante.

New Wave: Pede água.

Vi no whiplash.net :)

You Don't Know What Love Is - The White Stripes

21 de jul de 2011

O Senhor dos Anéis


Hoje termino de ler a segunda parte de O Senhor dos Anéis, e depois tenho uma semana pra ler a 3ª parte - O Retorno do Rei. Quando ler tudo quero chamar alguns amigos para assistirmos todos os filmes :)

Depois que comecei a ler O Senhor dos Anéis, me interessei pela escrita, e tentei escrever o meu nome em runas tolkianas. Agora, meu irmão me mostrou um site pra você converter seu nome para élfico e para a lingua dos hobbits.
O site é esse: www.chriswetherell.com

Mariane Bach em élfico fica assim: Tári Oronar
Meu nome hobbit: Tigerlily Chubb-Baggins

Quando eu estava pesquisando mais sobre runas na internet, acabei entrando no site Desciclopédia, e tive que rir do que estava escrito:

Runas são um tipo de alfabeto esquisito usado por bárbaros, nerds, arqueólogos e programadores de rpgs. Pode ser usado para:escrever, ler, comunicar, decorar rpgs, alguma coisa, estilizar nomes de bandas de heavy Metal, pra escrever em pedras e uma miríade de coisas.

"Sou fluente." Chuck Norris sobre Runas

"Porra, não consigo ler essa coisa!!!" Stevie Wonder sobre Runas

20 de jul de 2011

Dia do Amigo

Hoje é o dia do amigo. Para mim, ter amigos é uma das coisas mais importantes na vida. Pra sobreviver você precisa de ar, comida, água e... amigos. Os momentos mais felizes que tive foram ao lado dessas pessoas especiais. Agora que terminei a escola, a saudade é imensa. Se eu começar a lembrar da infância, então nem se fala.. Brincar de boneca, jogar bola na rua (e quase ser atropelada umas mil vezes!), soltar pipa (meu deus, sou da época das pipas!) jogar bolita na praça, andar de bicicleta e patinete, brincar de jornalzinho na casa da Lu, montar uma cabana na casa da Gabi (na verdade era pra ser uma casa na árvore!), brincar de esconde-esconde, jogar cartas, ir em festas do pijama, passar a tarde inteira jogando Guitar Flash com a Carol (peraaíi, isso não foi quando eu era pequena, foi semana passada!)... Enfim, momentos alegres que não voltam e que fazem você pensar "Eu era feliz e não sabia".



A todos meus amigos, próximos e distantes, feliz dia do amigo!





Aos meus amigos - Vera Loca

Hoje já não somos mais tão magros
Nossa memória não é mais a mesma
Nosso forte nunca foi a beleza
Isso nunca foi problema eu tenho certeza

Orgulhosamente seguimos bêbados
Orgulhosamente seguimos sonhando
Que seremos eternos
Nossos filhos serão os jovens
E nós os modernos

Quem inventou a razão a emoção desconhece
Criamos a falsa impressão que só o corpo que cresce
Sofremos juntos com a dor dos amigos
A amizade é maior do que tudo já diziam os antigos

Abandono

Eu não abandonei o blog. Pelo menos não por escolha própria. Meu computador estragou bem no dia em que eu queria muito postar, dia 13 de julho, no Dia do Rock. Eu já tinha deixado o texto pronto, salvo no computador, e o PC não ligava. Triste isso. Por isso não postei mais, embora usasse a internet na casa da minha amiga... Enfim, nem liga mesmo.

7 de jul de 2011

Simplesmente Drummond

Não rimarei a palavra sono
com a incorrespondente palavra outono
Rimarei com a palavra carne
ou qualquer outra, que todas me convêm.
As palavras não nascem amarradas,
elas saltam, se beijam, se dissolvem,
no céu livre por vezes um desenho,
são puras, largas, autênticas, indevassáveis.

Carlos Drummond de Andrade
(Trecho de "Consideração do poema", do livro A Rosa do Povo.)